Imprimir

Dia Mundial da Alimentação 16 de outubro

Dia Mundial da Alimentação 16 de outubro

Dia Mundial da Alimentação 16 de outubro

 

A Direção-Geral da Saúde (DGS), a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), o Plano Nacional de Leitura (PNL) e a Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), através do Projeto SOBE (Saúde Oral Bibliotecas Escolares) assinalam este dia com a edição de 9000 cartazes apelativos e alusivos à relação entre a saúde oral e a alimentação. Os cartazes serão distribuídos pelas bibliotecas da Rede de Bibliotecas Escolares, escolas, unidades de saúde do Serviço Nacional de Saúde, consultórios dentários, entre outros locais. Também estarão disponíveis para download nos sites do SOBE, da RBE e da DGS.

 

Esta nova iniciativa no âmbito do projeto SOBE, integra-se num vasto conjunto de atividades de educação para a saúde oral que têm como principais objetivos:

  • Direcionar as atividades de promoção da leitura, da escrita, e da saúde oral para as famílias e para a comunidade
  • Constituir os alunos como elementos catalisadores das mensagens de promoção da saúde para os membros da família
  • Trabalhar com os alunos a temática da saúde oral nos domínios das competências, atitudes e valores, de forma a integrar as valências específicas do projeto SOBE no quotidiano da escola
  • Suscitar a vontade de os estudantes explorarem o mundo da saúde oral, de forma autêntica, com meios divertidos e favorecendo o cruzamento de vários domínios do conhecimento.

dia-mundial-alimentacao-cont

A educação para um consumo alimentar saudável e adequado às necessidades de cada pessoa, as recomendações alimentares para reduzir o risco de cárie dentária bem como as recomendações relacionadas com a higiene oral podem e devem ser trabalhados por profissionais de diferentes áreas, de forma integrada, contribuindo também para a prevenção de doenças crónicas como a obesidade, a diabetes tipo 2 ou doenças cardiovasculares.

Através do SOBE, centenas de agrupamentos escolares e outras instituições de educação e ensino, assumiram o compromisso de incluir no dia-a-dia dos alunos aspetos relacionados com a promoção da saúde oral, através da leitura, da escrita, das artes e, da escovagem dos dentes. Desde o ano letivo 2012/13 foram distribuídos 257441 kits de higiene oral (copo, escova e dentífrico) para que os alunos façam a escovagem dos dentes, diariamente, no jardim-de-infância ou na escola.

Também é importante que tanto os professores como os pais, saibam e transmitam algumas ideias-chave sobre a influência da alimentação na saúde oral. Os nutrientes presentes nos alimentos, nomeadamente as proteínas, vitaminas (como a vitamina C e o complexo B) e os minerais como o cálcio são determinantes para o desenvolvimento da dentição, dos músculos e das mucosas da boca desde os primeiros anos de vida. Os alimentos têm um efeito direto sobre os dentes influenciando o desenvolvimento de cárie dentária e a erosão do esmalte dentário. Sabemos hoje que existe uma relação entre o desenvolvimento da cárie dentária e a frequência de ingestão de certos alimentos ou bebidas açucaradas. E uma relação entre o consumo (em quantidade e qualidade) deste tipo de bebidas e alimentos e o aparecimento de obesidade. Por sua vez, a má qualidade da dentição pode ter um efeito direto na capacidade de mastigar e de digerir corretamente os alimentos.

 

Para mais informações sobre saúde oral e alimentação consulte:

http://www.alimentacaosaudavel.dgs.pt

http://www.sobe.pt

http://www.rbe.mec.pt/np4/sobe.html

www.alimentacaointeligente.dgs.pt

http://nutrimento.pt/